Telepresença versus Videoconferência: Como elas diferem?
By Natália Mrázová
| 5. abril 2022 |
Atendimento & Suporte - Comunicação
By N. Mrázová Natália Mrázová
| 5 abr 2022 |

    Telepresença versus Videoconferência:
    Como elas diferem?

    Telepresença versus Videoconferência

    O salto tecnológico mantém a comunicação fluindo de forma eficaz ao redor do mundo. A tecnologia conecta sua equipe, possibilitando a comunicação empresarial de qualquer lugar. Tanto a telepresença quanto a videoconferência são ferramentas úteis para se comunicar pela Internet. Ambas funcionam de forma diferente, oferecem experiências diferentes, e têm diferentes vantagens e desvantagens. Ainda assim, há uma coisa em comum – elas criam uma experiência real de encontro de forma virtual e facilmente acessível.

    Vamos explorar quais são as principais diferenças, pontos fortes e pontos fracos.

    O que é Telepresença e Videoconferência?

    Videoconferência é um encontro entre pessoas que usam a conexão da Internet ou uma rede para transmitir áudio e dados de vídeo. Com outras palavras, as pessoas se veem e se comunicam remotamente através da tela de seus computadores. Para uma videoconferência, você pode usar o tão conhecido software de videochamadas, como Google Meets, Zoom ou Microsoft Teams.

    Anna Shvest

    Telepresença, às vezes chamada de presença remota, significa um espaço de conferência dedicado à conferência virtual. Ela usa tecnologia de RV para combinar duas localizações em um só lugar. O objetivo é simular uma comunicação presencial quando as pessoas não podem ser reunir pessoalmente. Ela suporta a ilusão de que os participantes ou grupos estão juntos em uma sala.

    Podemos descrevê-la como uma videoconferência tecnologicamente mais avançada, que envolve instalações robóticas. Isso também permite que as pessoas realizem tarefas remotamente.

    Telepresença da Cisco

    Vantagens das reuniões remotas

    • Comunicação aprimorada: Falar representa apenas uma parte da forma com que nos comunicamos. Enquanto falam, as pessoas também usam sinais não verbais. De acordo com o New York Times, a linguagem corporal forma mais de 50% da comunicação. Emoções são mais difíceis de ler sem um estímulo visual, que pode potencialmente causar mal-entendidos. O que falamos também é menos envolvente quando não estamos vendo um ao outro. Portanto, é igualmente importante enfatizar a comunicação verbal e não verbal.
    • Melhor oportunidade de causar uma boa impressão: Para crescer, as empresas precisam reduzir os gargalos. Comunicação remota eficaz por meio de vídeo é um grande benefício. Permite uma explicação mais profunda e um maior engajamento com os clientes.
    • Rápido retorno sobre investimento: Se considerarmos os principais benefícios das reuniões remotas, como exclusão dos gastos com viagens, conexão remota por vídeo, maior engajamento e capacitação empresarial, fica fácil ver o ROI crescer rápido.

    As Diferenças Entre Telepresença e Videoconferência

    Tanto a telepresença como a videoconferência são ferramentas para comunicação cara a cara nas longas distâncias, com a ajuda da tecnologia. No entanto, elas têm algumas diferenças.

    Cada uma delas possui características únicas para exigências específicas.

    Nº1 Qualidade do Vídeo

    A estrutura visual da videoconferência é bastante simples. Dois endpoints alcançam a comunicação por meio de um sistema de chamada virtual e se veem em uma tela. Com outras palavras, é como assistir um programa de televisão, em que seu colega, cliente ou parceiro de negócios desempenha o papel principal.

    A câmera é colocada em uma extremidade da sala, focando em um grupo de pessoas reunido. Quando alguém fala, a câmera foca principalmente nele/nela, fazendo parecer com que o resto dos participantes estão mais distantes.

    Além disso, visto que a videoconferência depende de tecnologia padrão, existe um risco de qualidade inconsistente. Ela tradicionalmente usa definição padrão – SD, que transmite imagens com menor resolução (720×480).

    Ademais, o uso de múltiplos laptops significa mais endpoints de usuário. Isso pode sobrecarregar a largura de banda e prejudicar a qualidade da conexão de tela.

    Por outro lado, a telepresença é bastante complexa. A imagem faz com que você sinta que está em uma reunião presencial, embora esteja do outro lado mundo. Portanto, em vez de assistir TV, você sente como se estivesse nela.

    Telepresença é configurada para estar em uma proporção de 1:1. A câmera foca igualmente em cada pessoa. Funciona com qualidade HD, com uma resolução de 1920 X 1080. Além disso, os vídeos da telepresença são mais estáveis e mais previsíveis, independentemente de quantos participantes têm na reunião.

    Ponto a favor: Telepresença

    Nº2 Estrutura do Áudio

    Embora problemas visuais possam ser irritantes, são toleráveis. Mas, áudio instável pode dificultar a comunicação, isso quando não a torna impossível.

    A qualidade da fala da videoconferência pode apresentar algumas dificuldades, como interferência ou eco. O som possui áudio de canal único. Isso significa que todas as rotas de áudio, deslocando-se de um destino para outro, são transmitidas e comprimidas por meio de uma saída. Isso pode causar uma redução na qualidade do áudio.

    Videoconferência também não tem a capacidade de cancelar um ruído de fundo, que pode distrair os participantes.

    No caso da telepresença, o áudio é claro e livre de ecos, com volume suficiente. Também tem o potencial de áudio espacial. Isso faz com que os participantes sintam como se a fonte da fala estivesse direcionada diretamente para seu local remoto. Isso cria um forte senso de comunicação presencial.

    Ponto a favor: Telepresença

    Nº3 Interoperabilidade

    Interoperabilidade simplesmente refere-se ao grau em que um dispositivo consegue se comunicar com outros dispositivos. Aqui, videoconferência é mais prática. Não importa qual tecnologia de hardware ou software cada participante da reunião usa. Para uma simples reunião visual, tudo irá funcionar junto.

    Telepresença tem uma pequena desvantagem nesse sentido. A comunicação funciona muito melhor se o outro lado está equipado com a mesma qualidade de software e hardware de telepresença que a sua equipe.

    Se um grupo possui um dispositivo não tão poderoso, ambos os grupos irão receber a qualidade que a tecnologia menos avançada oferece. lsso resulta em um vídeo de baixo desempenho, mesmo em uma tela de alta resolução.

    Ponto a favor: Videoconferência

    Nº4 Experiência do Usuário

    A experiência do usuário na videoconferência varia de fornecedor para fornecedor. Bem como uma gama de recursos disponíveis. Porém, a maioria dos softwares atualmente oferece funções básicas, como compartilhamento de tela, agendamento de chamada ou gravação de vídeo. Resumindo, a experiência do usuário com a videoconferência depende em grande parte da interface do usuário do software específico que você está usando.

    Telepresença funciona de maneira oposta. Ela usa software com um dashboard simples. Como um anfitrião, você pode simplesmente fazer o login e iniciar uma chamada, ou participar de uma imediatamente. Visto que não há coleta de recursos adicionais, a telepresença tem menos distrações. Você pode focar totalmente nas conversas eficazes.

    Ponto a favor: Telepresença

    Nº5 Custos

    Preço é provavelmente a diferença mais significativa entre a telepresença e a videoconferência. Telepresença é muito mais cara do que a videoconferência.

    Somente a configuração inicial da telepresença pode custar cerca de 300 000 USD. O preço operacional dos serviços de rede é geralmente ao redor de 8 000 dólares por mês.

    No caso de uma videoconferência, os gastos iniciais de aquisição são de apenas cerca de 40 000 USD. Serviços de rede custam ao redor de 1 000 USD por mês.

    Em uma operação de trinta e seis meses, a videoconferência pode custar 36 000 USD, enquanto 588 000 USD é computado para telepresença.

    Além disso, você pode usar algumas ferramentas de videoconferência gratuitamente.

    Ponto a favor: Videoconferência

    Nº6 Compatibilidade

    Você provavelmente já percebeu que produtos de duas marcas diferentes não funcionavam bem juntos, ou não eram nada compatíveis. Neste ponto, a videoconferência tem um melhor desempenho. Os fornecedores fazem seus produtos compatíveis com outras ferramentas de videoconferência. Isso porque uma interface simplificada permite completa funcionalidade entre produtos concorrentes.

    Por outro lado, muitos fornecedores de telepresença não suportam a compatibilidade com seus concorrentes. Portanto, se um grupo de participantes de uma reunião utiliza um software diferente do software do outro grupo, a funcionalidade será limitada ou não funcionará.

    Ponto a favor: Videoconferência

    Telepresença versus videoconferência: Qual escolher?

    Se você calcular nosso sistema de pontos, dá um empate – 3:3. Mas, mesmo se fosse 5:1 para telepresença ou videoconferência, a escolha não é muito mais simples.

    muitas variáveis que você deve considerar antes de escolher a solução certa para o seu negócio.

    Primeiro, comece revisando suas necessidades.

    Pergunte-se o seguinte:

    • Como você utilizaria a ferramenta?
    • Qual é o seu orçamento?
    • Quais são seus requisitos?
    • Sua equipe se beneficiará mais com uma solução mais cara?

    Após responder essas perguntas, você está um passo mais próximo de escolher entre telepresença e videoconferência.

    Todavia, preparamos um resumo que pode ajudá-lo a tomar a decisão final.

    Nº1 Estabilidade Financeira

    Como dissemos, telepresença é significativamente mais cara do que videoconferência.

    Portanto, se você é uma empresa jovem ou uma start-up começando sua jornada, provavelmente não possui os recursos financeiros para arcar com as soluções de telepresença. Pelo menos não ainda. Videoconferência deve ser mais do que o suficiente para atender às suas necessidades.

    Para empresas com uma renda estável, se não for provável que reduza rapidamente em um curto período de tempo, a telepresença é um bom investimento de longo prazo. Você pode aumentar de forma significativa a eficiência de comunicação e a satisfação dos clientes. Sem mencionar que fornece uma experiência incrível para você e seus clientes.

    Nº2 Corporações Físicas versus Empresas Remotas

    Vamos explorar a pergunta inicial “Quais são seus requisitos?”.

    Se você trabalha dentro da própria empresa, tem muitos clientes internacionais e espaço suficiente em sua sede, a telepresença pode ser um bom investimento. Essa tecnologia pode radicalmente reduzir seus gastos com viagens, aumentar o nível de comunicação, e contribuir para uma melhor colaboração. Melhor som, qualidade de vídeo, bem como experiência do usuário, podem resultar em mais negócios.

    Para empresas que não têm grandes escritórios globais e essencialmente trabalham remotamente – com uma equipe distribuída ao redor do mundo – videoconferência é a forma mais rápida e mais eficaz para reuniões remotas.

    Nº3 Empresas de Rápido Crescimento versus Empresas Estabelecidas

    Se você é uma start-up em rápido crescimento que está constantemente recrutando pessoas novas, escolher videoconferência pode ser melhor para você. É mais fácil adicionar usuários e recursos. Por outro lado, se você tem condições e recursos financeiros suficientes, incorporar a telepresença pode ajudá-lo a crescer mais rápido. Ela pode exercer uma função importante na obtenção de novos clientes.

    Ainda assim, a telepresença é mais benéfica para aquelas empresas que já estão no mercado por algum tempo, e seu negócio é estável. Se você não está constantemente contratando pessoas novas, provavelmente não terá que mudar para um escritório maior todos os anos. Portanto, construir uma solução de telepresença robusta para investidores importantes é uma escolha segura.

    Não se esqueça:

    Considere os critérios de interoperabilidade e compatibilidade. Pense na tecnologia que seus parceiros frequentes de reunião utilizam. O quão eficientemente você será capaz de usar sua ferramenta?

    Conclusão

    Telepresença e videoconferência são ambas amplamente usadas, porém são ferramentas muito diferentes para a comunicação virtual. Enquanto a videoconferência é como assistir uma televisão, a telepresença é como estar dentro do programa.

    Videoconferência permite que você realize reuniões virtuais simples e acessíveis. Contudo, ela possui áreas deficientes. Menor qualidade do vídeo e áudio constitui um risco de problemas ocasionais. Portanto, pode diminuir o nível geral da experiência do usuário.

    Telepresença, embora mais cara, ganha na qualidade do som e vídeo. Ela elimina a ameaça de problemas de tela ou som, e proporciona uma experiência mais engajadora. Ao utilizar tecnologia de RV, a telepresença cria uma sensação de realmente estar na mesma sala. Todavia, ela geralmente carece de interoperabilidade, bem como de compatibilidade entre produtos concorrentes.

    Tomar a decisão certa depende de muitos fatores, como necessidades da empresa, circunstâncias atuais e situação financeira.

    De uma forma ou outra, ambas as ferramentas são uma excelente forma de se comunicar com seus funcionários em qualquer lugar do mundo.